Miguel Torres Ándica Gran Reserva Pinot Noir 2019

PRODUTOR: Miguel Torres REGIÃO: Maule
R$ 99

Grandes rótulos de Pinot Noir podem ser encontrados em diversas partes do Chile, como este exemplar de Miguel Torres, filial da tradicional Bodegas Torres, elaborado no Vale do Maule.

Sócio Ativo Clube Adega 
De: R$ 99,00  Por: R$ 79,20
utilizando seu cupom.

Miguel Torres

 

Miguel Torres é a filial chilena de Bodegas Torres, tradicional vinícola da Catalunha. São considerados os grandes modernizadores do vinho chileno pois quando chegaram a se instalar no vale de Curicó, em fins dos anos 70, trouxeram tecnologia que aqui não se usava, como tanques de aço inoxidável com temperatura controlada ou as primeiras barricas de carvalho, o que impulsionou as vinícolas locais a se atualizarem. Os vinhos de Miguel Torres estão bem arraigados em Curicó, ainda que também tenham explorado outras regiões do Chile. Além de oferecer as típicas variedades francesas, na última década desenvolveram vinhos com outras próprias do campo chileno, sendo um caso emblemático o espumante Estelado, que elaboram com a cepa País, o primeiro em seu tipo. Também foram os pioneiros no resgate do Moscatel do vale de Itata com seu rótulo Días de Verano.

Pinot Noir 

 

A Pinot Noir é certamente uma das mais antigas castas de que se tem notícia. Acredita-se que já era cultivada na Borgonha há aproximadamente 2.000 anos, quando os romanos chegaram à região. O primeiro registro escrito de sua existência, entretanto, data de 1375, e a primeira alavancada lhe foi dada quando uma ordem banindo a produção de Gamay em seu favor foi lançada por Filipe de Valois, Duque da Borgonha, que viveu no século XIV. O nome "Pinot Noir" faz alusão à aparência do cacho, cujos bagos bastante escuros agrupam-se formando um conjunto cônico, que lembra uma pinha. Desenvolve-se, principalmente, em climas mais frios.