Terre di San Vincenzo Sette Spezie Negroamaro 2018

PRODUTOR: Torrevento REGIÃO: Puglia
R$ 98

A Negroamaro, muito cultivada na Puglia, assim como a Primitivo, costuma dar tintos de cor escura, de grande estrutura, complexidade aromática e de grande vocação gastronômica. 

Sócio Ativo Clube Adega 
De: R$ 98,00 Por: R$ 78,40
utilizando seu cupom.

Torrevento

 

A história de Torrevento inicia em 1913, quando Francesco Liantonio (avô do atual presidente da empresa) resolveu ir para Nova York quando tinha apenas 16 anos. Curiosamente, ele fez dinheiro vendendo gelo nas estradas. Dez anos depois, já era sócio de uma fábrica de gelo. Com o dinheiro que conquistou, decidiu voltar para a Puglia, em Palo del Colle, para produzir azeite e vinho. Em 1948, a família Liantonio comprou um antigo mosteiro beneditino, com 57 hectares de vinhas, aos pés do Castel del Monte. Durante cerca de 30 anos, a empresa vendeu vinho à granel até que, em 1989, já sob a direção do neto de Francesco, foram lançadas as primeiras linhas de vinhos da Torrevento. Hoje, a vinícola administra uma área de vinhedos de mais de 500 hectares na Puglia.

Negroamaro

 

O nome realmente não é muito atrativo. Negroamaro significa “amargor negro”. Esta casta típica da Puglia, na Itália, é ofuscada pela Primitivo, uma das variedades mais na moda atualmente. Até pouco tempo atrás, Negroamaro costumava ser mais utilizada para dar cor aos vinhos e complementar blends com outras cepas, como Primitivo e Malvasia Nera, por exemplo. No entanto, cada vez mais os produtores, especialmente da península de Salento, vêm mostrando o potencial da uva, criando vinhos com maior textura de taninos e, geralmente, acidez mais pronunciada, bastante gastronômicos.